27 de agosto de 2008

Conversa entre estrelas

- Noite bonita.
- É. Lua cheia sempre é bom.
- Não tem nenhuma nuvem...
- É... Mas tá chato.
- Por quê?
- Ora, as pessoas só correm o dia todo e, quando chegam em casa, é noite e ela fecham as janelas. De que adianta estarmos aqui?
- Estamos aqui para lembrar.
- Lembrar o quê?
- Lembrar cada sonho que alguém tem. E quem sonha sempre nos olha, mesmo que em um pequeno instante. Fique atenta e perceba.
- Tá... Não vejo nada. Todos estão dentro de casa.
- Olhe ali! Naquela janela!
- Aquela menina?
- Sim! É sempre ela... Toda noite, bem tarde, abre a janela e nos espia... O que será que pensa?
- Talvez nos problemas. Sempre a vejo correr o dia todo!
- Talvez se lembre dos seus sonhos...

No quarto, ela pensa:

- Aí estão vocês de novo. Toda noite fico aqui olhando para as estrelas: meus sonhos perdidos na imensidão do céu! Queria poder conversar... Pena que as estrelas não falam.

Sorri, fecha a janela e dorme.

16 de agosto de 2008

Conseqüências

Naquela tarde em que Débora percebera que havia crescido, fez a escolha de seguir em frente, mesmo sabendo que o caminho era mais difícil. Agora, quase adulta, começava a perceber que uma escolha acarreta muitas conseqüências e que sozinha jamais conseguiria prosseguir seu caminho. No entanto, ela sentia-se preparada, não para vencer de primeira, mas para enfrentar as dificuldades e aprender com cada erro. Não porque nela havia muita força, mas porque quem a conduzia era forte. Sim, aquele que havia mandado as pombas e as roupas novas. Seu melhor amigo, agora.
Certa manhã, Débora estava sob uma árvore, se protegendo da chuva que caía. O inverno estava rigoroso aquele ano. Ali, escondida, conversava com seu amigo. Sentia-se confusa sobre o modo que deveria proceder em determinadas situações. Havia obstáculos que pareciam intransponíveis!
Porém, cheio de ternura ele disse:
"Não te mandei eu? Sê forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o Senhor, teu Deus, é contigo por onde quer que andares."**

**Josué 1:9

15 de agosto de 2008

Como estou

1. Sem vontade de escrever textos longos, como antes. Estou amando coisas simples.
2. Sem tempo, como sempre
3. Em uma ligeira crise de identidade

Simulado 2008/2 - Universitário
Literatura: 15
Física: 17

4. Estudando (não precisaria dizer...)
5. Crescendo... (talvez em uma fase "outono-inverno"*)


*criado pela Naninha

+**+**+**+**+**+**+**+**+**+**+**+**+**+**+**+

O ozônio é uma variedade alotrópica do oxigênio. Ele possui alto poder oxidante e é utilizado no tratamento de água potável.

Ok. Não me deixem pirar!


"Só sei que nada sei."
Sócrates